7 de julho de 2021

Copa Truck muda regras para tornar competição ainda mais emocionante

Objetivo é que a habilidade dos pilotos ganhe mais destaque do que a potência dos motores. Mas eles vão continuar voando baixo pelos autódromos do país

A Copa Truck quer tornar as corridas ainda mais emocionantes do que já são. Não à toa, durante muito tempo, as corridas de caminhões foram a categoria esportiva brasileira que mais atraiu público às suas etapas, superando os jogos do Campeonato Brasileiro. Desde a retomada das provas neste ano, a Copa Truck conta com novo regulamento, que tem como objetivo reduzir os custos dos equipamentos e tornar os embates ainda mais equilibrados entre as equipes e marcas.

Entre as novidades para a competição, estão a instalação de sensores em todos os escapamentos para reduzir a emissão de fumaça. Eles são monitorados pelos comissários de prova em tempo real. A direção da copa estima que, embora essa alteração tenha tirado cerca de 100 cv dos motores, fez com que eles ficassem mais confiáveis. O uso de válvulas pop-off reduziu a pressão do turbo, dos até então utilizados 4,5 bar, para 2,8 bar. As turbinas passaram a usar restritores, os caminhões adotaram pastilhas de freio padronizadas, fornecidas pela Fras-le. E os pneus agora são Goodyear Fuel Max, mais aderentes ao asfalto do que os Bridgestone usados até 2020.

Os resultados dessas mudanças já foram percebidos na primeira classificação da etapa de Goiânia, no último dia 23 de maio. Lá, os primeiros cinco do grid de largada ficaram separados por apenas oito décimos, sendo que os três primeiros são de montadoras diferentes. A pole position ficou com Felipe Giaffone, velho conhecido do circuito nacional da Fórmula Truck, campeão em 2017. Com seu Iveco Hi-Way da Usual Racing, nos treinos do dia 22, fez o tempo de 1m51s301. À frente por apenas 108 milésimos de Wellington Cirino, a bordo do Mercedes-Benz da AM Motorsport. A terceira posição ficou com o bicampeão Beto Monteiro, que pilota um Volkswagem Meteor da equipe R9 Competições.

Vídeo do site da Copa Truck com melhores momentos da etapa de Goiânia

Calendário 2021

A última etapa realizada ocorreu no dia 27 de junho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Por conta da necessidade de manutenção dos protocolos sanitários devido à pandemia do novo coronavírus, a Copa Truck este ano vai se concentrar em Curitiba (PR), Goiânia (GO), Interlagos (SP), Cascavel (PR), Tarumã (RS) e a novidade da temporada, o novo autódromo Potenza, em Juiz de Fora (MG). Segundo informa a organização da copa, ainda não há provas confirmadas para o Nordeste.

Também por causa da pandemia, a categoria está em contato constante com prefeituras e governos estaduais que receberão etapas da Copa Truck para que as datas estabelecidas possam ser cumpridas. A organização diz também torcer para que em breve tudo volte ao normal, com um número cada vez maior de brasileiros vacinados – assim, será possível vislumbrar o retorno do público às etapas disputadas pelo país. Por enquanto, as competições seguem sem público e com o cumprimento dos protocolos sanitários necessários para evitar o contágio de pilotos, membros das equipes e demais profissionais envolvidos em cada prova.

Mais emoção para a Copa Truck: junto com a parceria já consagrada com a Copa Shell H20, a competição vai receber também alguns dos eventos da GT Sprint Race durante este ano. O calendário com o envolvimento dessas outras competições ainda não foi divulgado.

O calendário da Copa Truck está previamente estabelecido até dezembro deste ano. Confira abaixo. Mais informações sobre a competição, você encontra no site da Copa Truck: https://copatruck.com.br/

Etapa 1 – 11/04 – Curitiba (PR)
Etapa 2 – 23/05 – Goiânia (GO)
Etapa 3 – 27/06 – Interlagos (SP)
Etapa 4 – 18/07 – Cascavel (PR)
Etapa 5 – 15/08 – Tarumã (RS)
Etapa 6 – 03/10 – Potenza (MG)/Alternativa
Etapa 7 – 05/12 – Curitiba (PR)

1 Comentário

  1. Jorge Selepenki Neto disse:

    Londrina espera a chegada de vocês

    1

Deixe o seu comentário!